fbpx

Novas regras para financiamento imobiliário que devem favorecer o consumidor.

Algumas alterações na legislação brasileira foram definidas nos últimos dias pelo Banco Central do Brasil e devem trazer novo ânimo ao mercado imobiliário nacional já a partir do início de 2019.

As alterações se referem as novas regras de crédito imobiliário, que passarão a valer a partir de janeiro de 2019, foram incluídas na Resolução 4.676 do Conselho Monetário Nacional com o intuito de “estimular o desenvolvimento de novas estruturas de captação, flexibilizar as condições de contratação, incentivar operações com imóveis de menor valor e simplificar e aumentar a efetividade do direcionamento dos recursos da poupança”, conforme afirmou em nota o Banco Central do Brasil.

Dentre as operações elegíveis estão relacionados “os financiamentos para aquisição de imóveis residenciais, novos, usados ou em construção” que passarão a ter um “limite máximo do valor de avaliação do imóvel financiado de R$1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais)”. (Banco Central do Brasil, Resolução nº 4.676, Disponível em: <https://www.bcb.gov.br>, Acesso em: 09.08.2018)

A Resolução 4.676 também estabelece que os financiamentos tenham um “custo efetivo máximo para o mutuário, compreendendo juros, comissões e outros encargos financeiros, de 12% a.a. (doze por cento ao ano) e atualização do saldo devedor, caso prevista em contrato, pela remuneração básica aplicável aos depósitos de poupança.” (Banco Central do Brasil, Resolução nº 4.676, Disponível em: <https://www.bcb.gov.br>, Acesso em: 09.08.2018)

Este estímulo ampliará a oferta de crédito imobiliário para empreendimentos de alto e médio padrão, favorecendo a comercialização de imóveis na planta, em construção ou novos e permitindo uma livre concorrência entre as instituições financeiras no que diz respeito às taxas de juros, comissões e encargos contratados junto ao financiamento.

Últimas notícias:

Estamos à disposição para sanar eventuais dúvidas a respeito de nossos empreendimentos e serviços oferecidos.

Notícias:

© 2020 Construtora Vale Verde. Todos os direitos reservados.